Quando e como pagar o boleto do seguro DPVAT?

O DPVAT é um dos impostos obrigatórios que todo proprietário de veículos precisa cumprir anualmente. Este valor é muito importante ara o motorista, os passageiros e os pedestres, por isso, é fundamental estar sempre em dias com ele.  Você sabe quando e como pagar o boleto do seguro DPVAT? Confira estas e mais informações no texto a seguir.

O que é o DPVAT?

O DPVAT corresponde ao Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores e é um imposto obrigatório que precisa ser pago todo ano. Este imposto irá garantir reembolso pelos danos e perdas causadas por um acidente de trânsito não só para o motorista, mas também para os passageiros e pedestres que forem atingidos.

Este seguro tem um valor inferior a ser pago se comparado aos outros seguros particulares, sem contar que o DPVAT não irá procurar um culpado ou uma causa para o acidente, beneficiando a todos os envolvidos.

Geralmente, este valor é menor do que o IPVA, mas para quem mora nas regiões com alto custo de vida, vale a pena verificar o boleto com antecedência. Os paulistas, por exemplo, devem estar atentos ao IPVA 2019 SP e ao DPVAT SP.

Como e quando pagar?

A tecnologia já facilitou muitos aspectos das nossas vidas e podemos utilizá-la para realizar o pagamento dos impostos como o DPVAT. Geralmente, o valor é cobrado no começo do ano junto com o IPVA.

Já existem muitos recursos disponíveis para otimizar ainda mais o seu tempo, como por exemplo o Bradesco IPVArecurso diretamente destinado a quitação simples do valor.

Além disso, você pode emitir o sue boleto de pagamento visitando o site do DETRAN do seu estado e informando ao sistema os dados do seu carro.

O que acontece se eu não pagar?

Como este é um imposto obrigatório, estar em falta com ele pode trazer vários problemas para o motorista. No geral, o valor do DPVAT não é tão alto quanto os outros imposto, porém, ele pode se tornar uma bola de neve se ficar em atraso.

Quem não paga o DPVAT dentro do prazo estabelecido, estará sujeito ao cobrança de multas e acréscimo de juros pelo atraso ao valor base a ser cumprido.

Sem contar que, se precisar utilizar o seguro do DPVAT, tanto o motorista como as pessoas envolvidas em um acidente de trânsito não poderão ser ressarcidas pelos possíveis danos causados. Por isso, não perca a data de pagamento e esteja sempre em dia com a sua documentação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *